Sou negra como à noite!

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Batido o martelo



O Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (DF/TO) manteve sentença que condenou o Colégio Notre Dame, localizado em Brasília, a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 15 mil a uma coordenadora educacional. A trabalhadora ajuizou reclamação trabalhista após ser dispensada, sem justa causa, em julho de 2013. Ela afirmou que sua dispensa foi motivada por ato discriminatório decorrente de boato difundido por uma colega de trabalho que teria lhe atribuído a condição de macumbeira e mãe de santo. Leia mais: http://bit.ly/1un4Jdv

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Só aceito cometários com IDENTIFICAÇÃO, por favor coloque SEU NOME, se não, não publico! AXÉ

Contato: jornalista.suzanatavares@gmail.com / suzanatavares1@gmail.com