Sou negra como à noite!

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Morre Stuart Hall, o meu pai teórico

Com ele aprendi a teorizar a minha vivência e existência, enquanto uma afrodescendente que só queria mostrar o lado grandioso de ser e fazer parte desta cultura étnica que busca a ressignificação... E hoje declaro que conseguimos!... 

Este homem me fez entender aos olhos e mentes alheias, além de ajudar a realçar e levantar a moral do povo negro, ajudando a valorizar a minha cultura, me proporcionando autoestima e travando no peito o meu ego africano. Me ensinou o significado de ser racialista. Me decodificou...
 
Que Obaluaê tenha te encontrado e guiado para o seu descanso em paz...
 
 
 Considerado o pai do multiculturalismo, o sociólogo jamaicano Stuart Hall faleceu hoje aos 82 anos. A notícia foi dada nesta segunda-feira, dia 10 de fevereiro de 2014.
 
Hall cresceu em Kingston, na Jamaica, e estudou em Oxford, na Inglaterra, onde se estabeleceu como um dos principais sociólogos do país, responsável por teorizar sobre o campo cultural.
 
No Brasil, Hall é conhecido pelos livros Identidades Culturais na Pós-Modernidade e Da Diáspora: Identidades e Mediações Culturais. Tanto em sua carreira acadêmica como em debates públicos, o autor se preocupava em discutir as dimensões político-culturais da globalização e os movimentos anti-racistas. Ele contribuiu com obras chave para os estudos da cultura e dos meios de comunicação assim como para o debate político.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Só aceito cometários com IDENTIFICAÇÃO, por favor coloque SEU NOME, se não, não publico! AXÉ